by Reflect

/
1.
00:54
2.
02:18
3.
01:03
4.
03:22

about

Entre 2007 e 2008, a minha vida passou por Lisboa.
Durante esse período, aprendi a dar valor às três horas de viagem que me separaram das pessoas de quem gosto, das minhas coisas, da minha casa.
Aprendi a aproveitar cada viagem de autocarro para me perder em mim próprio.

As oportunidades para estar em estúdio foram escassas e foi em madrugadas de sexta e sábado que grande parte do Último acto foi gravado.
Durante esse processo, houve momentos em que uma outra personagem apareceu em estúdio.
Esse meu outro lado, manifestou-se em textos, melodias... músicas.

Passados estes anos, apercebi-me que havia algo em comum entre alguns dos inéditos que ficaram guardados.
Olhei para os meus projectos por ordem cronológica, cruzei datas, e qual não foi o meu espanto ao notar que me tinha escapado esta linha condutora que ficou perdida nas entrelinhas do Último acto.

Recuperei esses momentos onde me senti perdido e apresento-vos «só».
É um projecto imperfeito, minimalista, diferente... estranho.
É um espaço criativo onde não me deixei prender por nada e arrisquei.
«Só», sou eu, em estúdio, sozinho.

Download: www.reflect.pt/so

credits

released November 22, 2012

tags

license

all rights reserved

about

Kimahera Silves, Portugal

Dependentes da música, independentes a fazer música.

contact / help

Contact Kimahera

Streaming and
Download help

Shipping and returns

Redeem code

Track Name: 130608
Vê quem és por detrás da sombra
Cada passo que deres rompe o céu
Traça a tua liberdade
Track Name: 270408
Agora quero que vejas
A cara de quem te olha
Com medo de dar de mais a entender
Agora quero que sintas
O meu toque no silêncio
Porque a coragem que me falta é o que nos separa

Pára o tempo, controla a tua vida
Abre os olhos, deixa a máscara despida

Não sei se o tempo é nosso
Mas sei que sem ti não posso
Sinto que já não sei amar
Resto eu sem amor p'ra dar

O nosso tempo já passou
Track Name: 281207
Eu não quero ser o mar
Para ir e voltar
Eu só quero ser a terra
Que tu pisas ao luar
Eu não quero a fonte
Para te saciar
Eu não quero ser a folha
Que tu dobras p'ra rasgar
Track Name: 290608
Sou a mágoa
Ainda tenho o sabor na minha boca
Vou partir
Levo a saudade e o desejo de te ter
Vê o que nós já passámos os dois
Agora fico só e depois?

Sente cada verso
Como um olhar ou um sorriso
Como uma tela ou um gesto que juntos partilhámos no tempo
Quero que percebas o que sinto
Por ti já dei mais do que sou
Agora diz-me quem é que errou?

Sou quem não presta, isto é o que resta do mundo que erguemos lado a lado
Nuvens cobriram o céu rasgado e o sol morreu incendiado
Sou rio que seca, neblina densa que paira à tua frente e tapa-te a cara
Sou quem tu queres, nego a vontade, escondo a verdade, não me olhes, pára!

Agora fica calada

Olha p'ra mim, deixas-me neste estado
Sinto a incerteza do meu lado
Sou folha branca e só tu tens a tinta
Para escrever nestas linhas de amor
Há dias em que cedo
Mas estou melhor assim